.

Pedras rolando

Hoje é o Dia Mundial do Rock (escrevi sobre o motivo, no ano passado). Por isso, resolvi adiantar a troca de músicas da próxima terça-feira. E, nada mais justo do que, nesta semana, rolar no DoxaOnline uma das melhores bandas de rock - na minha opinião, pelo menos - de todos os tempos.
Este trio canadense tem uma das formações mais estáveis. Desde 29 de julho de 1974 Geddy Lee (vocal, baixo e teclados), Alex Lifeson (guitarra) e Neil Peart (bateria) se reuniram para a terceira e última formação do Rush. Ou seja, este ano eles completam 34 anos de parceria.
Fundamentada no rock progressivo, a banda nasceu em setembro de 1968, na cidade canadense de Ontario, com Jeff Jones (vocal e baixo), John Rutsey (bateria) e Alex Zivojinovich (guitarra), que adotou o nome artístico Alex Lifeson. A carreira de Jones durou pouco e, ainda em 1968, foi substituído por Gary Lee Weinrib - mais conhecido como Geddy Lee.
O primeiro álbum, ainda independente, saiu em 1974. No encarte do álbum Chronicles, afirma-se que as influências da banda nessa época eram "o blues britânico dos Yardbirds e do Cream e o protótipo de heavy metal do Who e Led Zeppelin".
O grupo planejou uma turnê e, logo no início, divergências tiraram Rutsey da banda. Em 29 de julho - aniversário de Geddy Lee -  Neil Peart completou o trio, duas semanas antes do primeiro show, trazendo influências das bandas Pink Floyd e King Crimson. Além de ser considerado um dos melhores bateristas do mundo, com vários prêmios conquistados, Peart também tornou os arranjos muito mais complexos e começou  a participar na elaboração das letras das músicas do Rush, o que já pôde ser percebido no segundo trabalho do grupo, Fly by Night, lançado em 1975.
Para esta semana, escolhi a música The Trees, do álbum Hemispheres, lançado em 1978.
Se você já curtia - ou passou a curtir - o som da banda, confira tanbém o trabalho do grupo cover brasileiro Rush Project.

Na tela
Não me contive e selecionei duas performances fantásticas da banda, em um show da banda aqui no Brasil, em 2002, que foi lançado em CD e DVD. As duas músicas que escolhi são do álbum Moving Pictures (1981). A primeira é a instrumental YYZ:

Amplamente divulgada na abertura brasileira do seriado Profissão: Perigo - que eternizou o personagem MacGyver - a música Tom Sawyer possui uma linha bateria simplesmente fantástica, onde é possível ouvir nitidamente a partitura da bateria "conversando" com o contrabaixo:

Só por curiosidade, confira a trilha de abertura original (composta por Randy Edelman). Parece que, desta vez, milagrosamente a Rede Globo fez uma excelente troca que teve tudo a ver...

Dica
Em comemoração ao Dia Mundial do Rock, o Centro Cultural São Paulo programou uma série de shows gratuitos neste mês. O primeiro, nesta madrugada, foi Lobão. Hoje, às 18h, é a vez da banda gaúcha Cachorro Grande. No próximo sábado, é a vez do Ultraje a Rigor, às 19h. Confira no site a programação do Projeto Sintonia do Rock.

E se você tem curiosidade de conhecer os bastidores de uma emissora de rádio, hoje é a sua chance. Das 9h às 18h  a Kiss FM comemora também seu aniversário e vai abrir as portas para os ouvintes. O endereço é: Avenida Paulista 2.200 – 15ºandar - São Paulo (próximo à estação Consolação do Metrô).

Confira as melhores - e piores - músicas do rock, na opinião do jornalista Régis Tadeu, pelo Yahoo!, as programações musicais especiais do portal UOL e um histórico do ritmo, pelo jornalista Silvio Anaz, em HowStuffWorks.

Enquete
Até o final do mês vai rolar uma enquete para conhecer melhor o perfil do leitor do DoxaBrasil. É simples e rápido. Basta indicar qual rádio que você mais ouve (modalidade FM, em São Paulo). Obrigado pela participação!

0 Opiniões:

Google