.

Enquanto eles silenciam, vamos gritar!

É vergonhoso! Para "não se ferrar novamente" (palavras dele), Duda Mendonça usou seu direito de permanecer em silêncio no seu depoimento na CPI hoje!!!
Claro que a pirotecnia das Comissões Parlamentares de Inquérito nem sempre leva a algum lugar. Votações livram políticos na calada da noite, quando é favorável às diferentes partes. Outros abdicam do cargo e, depois, concorrem novamente e conseguem se reeleger...
Não acredito que a campanha deste ano seja mais limpa, como preconizado pelas mudanças na lei eleitoral. Infelizmente, como canso de escrever neste mundo virtual, o problema está na essência da pessoa. A questão é ética e moral. Lei nenhuma altera os desvios de personalidade, embora devesse puni-los. A verdadeira "punição" está em nossas mãos, ao teclarmos nosso voto, de forma consciente.
Mas, enquanto a política do "pão e circo" estiver vigente, fica muito difícil falar em conscientização política, àqueles que não tem acesso a saneamento básico, educação e saúde de qualidade. Muito embora, em trabalhos que fiz em regiões carentes, tenho ficado surpreso, feliz e, ao mesmo tempo, envergonhado, pois movimentos populares têm, em um trabalho "de formiguinha", agido, cobrado e conscientizado pessoas, mesmo enfrentando um forte movimento contrário, daqueles que temem fazer ouvir sua própria voz e se acomodam e também da mídia em geral, que acirra o preconceito e amortece corações e mentes, através dos programas de entretenimento e de falso jornalismo.

Deu branco?
Semana passada, Ricardo Anderáos escreveu um texto muito interessante para o caderno Link do jornal O Estado de S. Paulo. Entre suas observações, ele afirma que:
"Como existem estações ecológicas e parques estaduais, devíamos instituir zonas especiais de exclusão das redes".

Confira a íntegra do texto em:
http://www.link.estadao.com.br/index.cfm?id_conteudo=6654

Novo Negócio

10:39 - Depois de quinze dias tentando cancelar meu cartão de crédito (um dia está sem sistema, outro dia cai a linha, etc., etc.), estou exatamente neste instante ao telefone, aguardando "só mais um momento", para conseguir finalizar esta árdua tarefa... É incrível como nós, consumidores, somos lesados constantemente e temos nos direitos desrespeitados. Bom, depois de quinze minutos ao telefone, consegui estornar o valor proporcional da anuidade!!! Ufa, me deram até um número de protocolo... Enfim, consegui!!!
Não!!! Ela pediu "mais um momento"... O cancelamento não é automático... Preciso aguardar "mais um momento" para "estar efetivando" (maldito gerundismo!!!) o cancelamento... Ah! Sem contar que a ligação não é gratuita (0800), ou seja, já se vão uns vinte minutos de pulsos telefônicos...
11:03 - Ops, voltaram... "Desculpe pela demora, sr. Fábio, seu cartão foi cancelado". Ufa! Vamos comemorar... Mas, desta vez, desculpe, mas não vou pagar no cartão...
Obrigado por ter aguardado... E uma ótima semana prá você!
Google