.

Exaustão

Enquanto uns estão cansados, outros estão exaustos... Não quero entrar no mérito do movimento Cansei, que programa uma manifestação para a próxima sexta-feira. Acho legítima a indignação e espero que haja repercussão. Porém, como todo movimento institucionalizado, nasce, de uma certa forma, corporativista. Eu trabalho no Judiciário e não vi, por exemplo, nenhum dos cartazes da campanha com a frase "Cansei... De advogados corruptores" ou "Cansei... De advogados que enganam e enriquecem às custas de seus clientes". Será que é porque o movimento é coordenado pela OAB?!?!
De qualquer forma, reforço minha esperança de que haja repercussão, indignação e, principalmente, ação. Já escrevi, tempos atrás, sobre a falta de manifestação dos brasileiros, em contraste com o povo que bate as panelas, por exemplo, na Argentina.
Pensando nesse tema e, como hoje é o dia programado para a música da semana, lembrei de uma canção, com letra do Guilherme Kerr Neto e música do João Alexandre, que foi gravada no CD Voz, Violão e algo mais (2000). Se você tiver som, poderá ouvir através do DoxaBrasil Online.

Deixa que eu deixo...

Onde o tesouro, ali o teu coração...
Onde o teu ouro, por certo toda paixão...
Poucos trocados corrompem muita razão...
Vende-se o voto, contrariando a intenção...

Corre o ditado e é tão comum se dizer:
“Cada pessoa, seu preço certo há de ter...”
E a nota verde comanda o teu bem querer...
“Made in Brazil”, Brasília e todo poder...

O que vai sobrar, se fica assim como está,
Alguém já gastou, por certo alguém vai pagar...
Deixa que eu deixo e todos deixam pra lá!
Geme essa gente sem vez nem voz pra falar...

“Quando olhei a terra ardendo,
Qual fogueira de São João,
Eu perguntei, ah!...”

0 Opiniões:

Google