.

Capa(s) da semana (20)

Em Israel a imprensa deu grande destaque para a apresentação de Paul McCartney em Tel Aviv, o que a mídia local tem até chamado de uma nova "Beatlemania". O show integra apresentações que levam McCartney a locais onde ele nunca visitou.
A presença do músico repercutiu por três motivos: 1) Em 1965 um show dos Beatles teria sido proibido em Israel devido ao seu "poder corruptor" da banda sobre os jovens; 2) Ameaças de atentados à vida do cantor; e 3) O alto preço dos ingressos, com preços entre 500 shekels (cerca de US$ 143) e 1500 shekels (cerca de US$ 340) e um cachê de 15 milhões de shekels (cerca de US$ 4,2 milhões), segundo Renata Malkes relatou para O Globo.

(Na sequência as primeiras páginas dos jornais:
 
  
  
 

0 Opiniões:

Google