.

E não é que ele conseguiu?


Barack Obama é o primeiro democrata, desde Jimmy Carter (1976), que recebeu mais de 50% do voto popular. Foi uma vitória arrasadora sobre o republicano John McCain. Para ser eleito presidente, era preciso mais de 270 votos no colégio eleitoral. Nesta madrugada, Obama já tinha mais de 333, em 23 estados, contra 155, de McCain (confira dados atualizados aqui). O comparecimento às urnas também foi recorde. Cerca de 137 milhões de pessoas registraram seu voto, o que representou 64% dos eleitores, percentual que só foi superado na eleição de 1908 (68%).
Confira a manchete do The Washington Post:
O senador por Ilinois Barack Obama foi eleito ontem o 44º presidente americano, pregando uma mensagem inspiradora de mudança e esperança, tornando-se o primeiro afro-americano a chegar à Casa Branca.
Curiosidades Eleitorais
Além da questão do colégio eleitoral, as eleições estadunidenses têm diversas peculiaridades. Confira algumas, listadas no sítio da Embaixada Americana:
- Não há padrão nacional para o modelo das cédulas. De acordo com a Lei do Direito ao Voto, funcionários eleitorais podem ter que providenciar cédulas em vários idiomas (se uma porcentagem da população não tiver o inglês como primeira língua).
- Os equipamentos e as cédulas em geral são comprados pelos funcionários no âmbito local, o tipo e a condição do equipamento que os eleitores usam muitas vezes estão relacionados com a situação socioeconômica e a base tributária da localidade.
- Na atualidade, são muito poucos os lugares em que a votação é feita com cédulas de papel marcadas com um “X” ao lado do nome do candidato, como ocorria no passado, mas vários sistemas computadorizados ainda dependem de cédulas de papel sobre as quais círculos são preenchidos ou linhas são interligadas. Essas cédulas em seguida são escaneadas de forma mecânica para registrar os votos; esse equipamento é conhecido como sistema de leitura óptica.
- Outra medida nova é a “votação antecipada”, na qual as máquinas de votação são instaladas em shoppings ou outros espaços públicos com antecedência de até três semanas do dia da eleição. Os cidadãos podem passar lá e votar conforme sua conveniência.
- A apuração dos votos é feita no dia da eleição. Embora estejam se tornando mais populares, as cédulas antecipadas não são contadas até iniciar-se a apuração após o fechamento das urnas, para que nenhuma informação oficial acerca de quem está à frente ou atrás seja divulgada.
A jornalista brasileira Patricia Kalil mostra que também é possível votar pelo correio...

E confira o momento do voto de uma eleitora de San Francisco:

0 Opiniões:

Google