.

Eleições, política e fé

Em campanha, Dilma passa a acreditar em Deus

Em sua viagem ao Ceará, Dilma Rousseff concedeu uma entrevista à jornalista Patrícia Calderón, da TV Cidade (retransmissora da Record), que irá ao ar hoje à noite. Uma das respostas mostra alteração no discurso da ex-ministra em relação à sua fé.
Há pouco mais de dois anos, em uma sabatina da Folha de S.Paulo, Dilma adotara o seguinte discurso:
- Fiquei durante muito tempo meio descrente. Acredito que as diferentes religiosidades são fundamentais para as pessoas viverem. A gente não pode achar que existe aquele seu Deus.
E em seguida tratou de sua crença em Deus:
- Eu me equilibro nessa questão. Será que há? Será que não há? Eu me equilibro nela.
Na entrevista que vai ao ar hoje à noite, Dilma segurava um pequeno crucifixo, recebido de presente na viagem, e disse ser católica:
- Eu fui criada no catolicismo, acredito numa força superior. Estudei em um colégio de freira. Sou católica.

0 Opiniões:

Google